Hoje na história

15.fev.2003

Milhões de pessoas protestam contra a invasão dos EUA ao Iraque

O dia 15 de fevereiro de 2003 foi marcado por uma série de protestos ao redor do mundo contra a iminente invasão dos Estados Unidos ao Iraque. Estima-se que até 30 milhões de pessoas tenham saído às ruas em mais de 600 cidades, fazendo desta a maior manifestação em escala global da história até então.

Alguns dos maiores protestos daquela data aconteceram na Europa. A manifestação em Roma envolveu cerca de três milhões de pessoas e entrou para o Livro dos Recordes de 2004 como o maior comício anti-guerra da história. Madri recebeu o segundo maior protesto, com a participação de mais de 1,5 milhão de pessoas.

Nos Estados Unidos, as maiores manifestações foram feitas em Chicago, Los Angeles e Nova York. Ao todo, 150 cidades serviram de palco para protestos naquele país. No Brasil, cerca de 30 mil pessoas se manifestaram em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Logo após os atentados de 11 de setembro de 2001, o então presidente George W. Bush fez um discurso perante o Congresso dos Estados Unidos anunciando o lançamento da "Guerra Global ao Terrorismo" Em 2002, o governo dos EUA começou a defender a necessidade de invadir o Iraque. Bush argumentava que o governo de Saddam Hussein violava as resoluções da ONU, principalmente a respeito de armas de destruição em massa, e que isso justificava a invasão.

A proposta de Bush gerou controvérsia. Muitas pessoas questionaram os motivos do governo dos EUA para a ação militar e suas reais intenções. A invasão acabou começando de fato em 20 de março de 2003.


Imagem: Jeandré du Toit, via Wikimedia Commons